Siga os passos abaixo para ter um atendimento eficaz:

  • Mantenha a calma;
  • Em caso de acidente, solicite a presença da polícia para realizar o boletim de ocorrência (B.O.). Em perímetro urbano, ligue 190. Em rodovias estaduais, ligue 198. Em rodovias federais, ligue 191. Caso haja feridos, solicite também o corpo de bombeiros através do 193;
  • Tenha em mãos o número do 0800 da sua seguradora (por isso é sempre importante manter o cartão do seguro dentro do veículo);
  • Responda às perguntas da seguradora da forma mais clara e objetiva possível, principalmente no que diz respeito à sua localização, agilizando a chegada do prestador (guincho, mecânico, borracheiro, etc).
  • Caso haja divergências de informações o prestador não vai conseguir localizar o seu veículo;
  • Neste primeiro contato anote o número do protocolo;
  • Trinta minutos após o primeiro contato ligue novamente, certifique-se de que o prestador já foi acionado e solicite a previsão de chegada;
  • Em casos nos quais não seja possível o conserto imediato, certifique-se também de que a seguradora já solicitou o táxi para transportar os passageiros.

QUANDO POSSO ACIONAR A ASSISTÊNCIA 24 HORAS DO SEGURO DO VEÍCULO?

Em todas as situações de dificuldade no trânsito podemos acionar a assistência 24 horas para auxílio. Alguns exemplos são: colisão, pane mecânica, falta de combustível, troca de pneus, entre outras.

CLIQUE AQUI e acesse nosso guia de como utilizar a assistência 24 horas do seu veículo.

NOS LOCAIS NOS QUAIS NÃO HAJA COMUNICAÇÃO, COMO PROCEDER?

Neste caso desloque-se até um local no qual seja possível entrar em contato com a seguradora.

IMPORTANTE: até que não haja certeza de que a situação está resolvida, NÃO deixe este local. Muitas vezes o corretor ou a seguradora tentam novo contato, pois pode haver divergências de informações, prejudicando o andamento do processo.

PARA ONDE LEVO MEU VEÍCULO?

  • Em casos de colisão ou pane mecânica tenha o nome e o endereço do prestador de serviço (oficina) de sua confiança para que seu veículo seja removido até esse local, observando o limite de quilometragem do seu contrato de seguro;
  • Em casos de pane ou colisão fora do horário comercial, solicite à seguradora que o veículo seja transferido para a base do guincheiro e lá permaneça até o próximo dia útil, quando deve ser então, removido para a oficina.

SEGUI TODOS OS PASSOS, E AGORA?

Após resolvida a situação emergencial, procure seu corretor portando: CNH do condutor, documento do veículo e boletim de ocorrência (se for o caso).

MEU VIDRO, FAROL, LANTERNA OU RETROVISOR QUEBROU. O QUE FAÇO?

Você deve acionar a seguradora para que ela indique qual o prestador referenciado mais próximo.

ATENÇÃO: não haverá reembolso, sem a prévia autorização da seguradora, caso você efetue a troca em local que não seja aquele indicado pela sua seguradora.

Observe que para danos no para-brisa, sem rachadura e do tamanho máximo de uma moeda de R$1,00 não há necessidade de troca, nem cobrança de franquia, no entanto você terá que deslocar-se até um centro maior, onde há lojas especializadas no conserto.

ATENÇÃO: Nossa corretora desenvolveu um material com todas essas informações sobre sinistro de automóvel especialmente para facilitar seu atendimento. Se você ainda não possui, solicite em nosso escritório.